meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi

03 novembro 2016

Warner Bros Studio London: Animais Fantásticos e Onde Habitam



Mês passado eu realizei o maior sonho da minha vida: viajar para Londres! E é claro que uma das primeiras coisas que eu inclui na minha listinha foi visitar o estúdio da WarnerBros onde foram gravados os filmes de Harry Potter (minha série de livros/filmes favorita). O estúdio na verdade fica fora de Londres, na cidadezinha de Leavesden (muito fofa, por sinal!). Pretendo fazer um outro post com mais detalhes e muuuuuuitas fotos, mas como este mês tem a estreia de Animais Fantásticos e Onde Habitam, já quis fazer este post aqui!

Segundo um dos guias, o filme foi gravado no estúdio ali do lado! Tive a sorte de ir quando estava acontecendo uma exposição especial do filme, com figurinos e objetos! Achei tão, tão, tão legal que obviamente tirei algumas fotos pra mostrar pra vocês! <3 Essa exposição vai até o fim de Novembro, então quem estiver programando uma viagem pra lá, fica esperto, hein? 


Ufa! Nem preciso dizer que eu surteeeeeeei vendo tudo de pertinho, né? E como todo potterhead, estou super empolgada pra acompanhar as aventuras do Newt pelo mundo bruxo. É tão lindo poder voltar pra esse universo e ter o que esperar, estava morrendo de saudade disso! Inclusive já até comprei meu ingresso, YAY! Espero que tenham gostado das fotos e que tenha dado pra ter um gostinho enquanto o filme não chega! A estreia é dia 17 de Novembro, quem vai? <3

Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    

01 novembro 2016

Dear Diary #03: Por onde a gente começa?



Estou há uns bons minutos tentando começar este post, mas a verdade é que nem sei direito o que escrever. Queria vir fazer um resumo de Outubro, dizer que voltei, contar as novidades pra vocês neste meu diário que eu tanto amo, mas nada parece suficiente. Eu quase consigo enxergar uma linha que divide a Gabi que apareceu aqui pela última vez e a Gabi que está escrevendo este post agora. 2016 tem sido surreal... E essa onda de acontecimentos e sentimentos tomou conta de mim há uns bons meses já, mas acho que só agora eu consegui parar pra respirar e me dar conta de tudo que tem acontecido, da quantidade absurda de experiências que eu tenho vivido, do quanto eu mudei. E aí vem aquela frustração (boa, mas que não deixa de ser uma frustração) de quando a gente quer expressar algo impossível de expressar, de quando alguém pergunta e não importa o que a gente responda, não conseguimos transparecer o que estamos sentindo. E então só resta fechar os olhos, lembrar, sentir e agradecer. Quero contar pra vocês sobre os lugares que eu fui, as coisas que eu vi, as pessoas que eu conheci e os momentos que eu vivi. Quero dividir isso aqui, onde eu sempre divido tudo, mas ainda não consegui processar as coisas... E é provável que demore um pouco até que eu consiga. E sobre Outubro... Ah, nem eu sei direito. Outubro foi o mês que eu realizei vários dos maiores sonhos da minha vida, e mais alguns outros sonhos que eu nem sabia que eu tinha. Foi um mês que eu aprendi que não importa se eu esteja no topo da Torre Eiffel ou rolando no tapete com meus gatos, eu vou estar extremamente feliz se tiver em paz comigo mesma, com as coisas que eu amo, com o modo como eu enxergo o mundo ao meu redor. Foi o mês que me mostrou que a grandiosidade da vida está nos menores momentos, como quando você abraça um amigo que precisa de conforto, vê alguém que você ama realizando um sonho ou fala sobre as coisas mais idiotas (e as mais profundas) com suas melhores amigas em uma madrugada qualquer. Caramba, eu aprendi tanta coisa que seria até besteira tentar passar tudo em um só post ou simplesmente resumir. Então só quero dizer mesmo que eu finalmente voltei... E voltei mais inspirada do que nunca! Vai ter muita coisa boa por aqui nos próximos dias, vai sim! E ah, claro... Eu estava morrendo de saudades daqui. 

Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    

16 setembro 2016

Literatura: Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz)


A resenha de hoje é de um dos meus livros favoritos de 2016 até agora: Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo, do autor Benjamin Alire Sáenz! 

Autor: Benjamin Alire Sáenz | Editora: Seguinte | Páginas: 390


O livro acompanha o ponto de vista do Aristóteles (ou Ari!), um garoto que mora com os pais em El Paso, no Texas. Ari é um garoto introspectivo, que não fala muito, não tem muitos amigos e vive com milhares de perguntas dentro de si. Apesar de ter um relacionamento próximo com a mãe, ele vê dificuldade em aproximar-se do pai, um ex veterano de guerra que também prefere guardar seus sentimentos sobre a guerra em vez de falar sobre eles. Além disso, Ari também nunca superou realmente o fato de seu irmão mais velho estar preso. Sua vida é comum e nada de muito extraordinário acontece... Pelo menos até ele conhecer Dante na piscina pública da cidade. Dante é tudo aquilo que Ari não é: confiante, sensível, desenvolto, apaixonado por tudo que envolve arte e extremamente conectado ao mundo à sua volta. No mesmo instante, a ligação entre os dois é inegável, e assim começa uma amizade e um verão cheio de descobertas, risadas, amor e muito companheirismo.


Não tenho nem palavras para descrever o quanto eu amei esse livro. Uma coisa que eu acho engraçada é que alguns livros acabam provocando sensações, e pra mim essa leitura tem um gostinho de noites quentes de verão, nostalgia e uma familiaridade enorme. Como comentei no vídeo de leituras de Julho, esse livro não tem uma premissa específica, sabem? As coisas vão acontecendo, e talvez por isso ele acabe tornando-se algo mais real e instigante, afinal, nem sempre a vida é cheia de acontecimentos loucos e inusitados! Muitas vezes a graça está nas coisas simples. O Ari e o Dante nos mostram um mundo cheio de momentos simples, mas completamente únicos. Conversas, piadas internas, livros, poesias, desenhos, risadas, perguntas... Tudo isso faz parte da relação deles e é construído de uma forma tão incrível que nos sentimos ali, junto com eles.


Fiquei bem feliz também com a maneira como o autor escolheu trabalhar com as personalidades tão contrastantes dos dois. Em momento algum vemos Ari ou Dante diluírem si mesmos para conseguirem adaptarem-se ao outro, sabem? Pelo contrário, eles aprendem não só a conviver com as diferenças, como também enxergá-las como algo novo e digno de respeito. Eles também nos mostram que tem muito mais em comum do que pensam, e encontram um no outro uma maneira de aprenderem a lidar com suas próprias inseguranças, dúvidas e sentimentos.

Outra coisa que amei no livro foi a relação dos dois com suas famílias, e das famílias entre si. Ah! E claro que o fato de a história ser nos anos 80 é algo incrível também e que só deixou a atmosfera do livro ainda mais nostálgica. Sobre a escrita do Benjamin Sáenz: que coisa linda! Esse foi o primeiro livro do autor que eu li, mas com certeza não vai ser o último. Mesmo com capítulos curtos e uma linguagem bemsimples, ele consegue nos trazer frases maravilhosas e uma narrativa poética que da gosto de ler.


Acredito que esse é um daqueles livros que você nem sempre vai se identificar, mas há altas chances de você se enxergar no Dante, no Ari ou até mesmo um pouco em cada um. É um livro que aborda vários temas, tabus e dúvidas que acho importantíssimos serem discutidos, ainda mais tratando-se de um young adult. Assim que terminei de ler, já comecei a sentir saudade dessas personagens, hehe. Recomendo muito! 

“Ser cuidadoso com as pessoas e as palavras era algo belo e raro.”

“Talvez vivêssemos entre a dor e a cura.”


Onde comprar: Submarino | Americanas | Shoptime

* Isto não é um publieditorial. Recebi esse livro da editora para que eu pudesse dar minha opinião real e sincera sobre ele, como faço em todas as minhas resenhas.
Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    

09 setembro 2016

Dear Diary #02: O que aconteceu em Agosto?



Mais um post de diarinho por aqui, já disse o quanto eu amo posts assim? Ok, eu sei que já, haha! Enfim, só eu achei que essa primeira semana de Setembro passou bem rápido? Mal deu tempo de pensar em fazer um post de diário de Agosto por aqui, hehe! Mesmo um pouco atrasadinho, vamos lá... Mês passado foi bem produtivo e aconteceu muita coisa legal! Para começar com o pé direito, encontrei um aplicativo maravilhoso que está me ajudando muito na organização dos meus dias, o Wunderlist (tem para iOS e Android!). Tinha dito no post com dicas para ser mais produtivo que estava usando o método do bullet journal e, mesmo tendo me adaptado maravilhosamente bem a ele, achei que o Wunderlist facilitou ainda mais a minha vida, principalmente porque todas as minhas listinhas ficam sincronizadas automaticamente no computador e no celular! Resultado? Meus dias estão rendendo MUITO! Sei que tem gente que não leva muito a sério, mas tirar alguns minutinhos para organizar a vida pode fazer milagres, hehe. Como consegui fazer praticamente tudo que estava planejado (milagre, fala sério!), sobrou um tempinho para eu arrumar meu quarto. Fiz aqueeeeeeeela limpeza que gosto de fazer pelo menos uma vez por semestre para livrar espaço, jogar fora o que eu não uso mais, reorganizar o espaço e tudo mais! A limpeza foi tão boa que até encontrei 200 reais no meio de uns papéis, OH QUE ALEGRIA! Hahahaha! Também reencontrei meu batom favorito essa semana, que estava perdido há uns 3 meses. Hmmmm, que mais? Também entrei em uma peça nova no teatro, YAY! Quem aí já assistiu Sociedade dos Poetas Mortos? É um dos filmes mais maravilhosos do mundo e estou super feliz de estar em uma peça inspirada nele! Ah! Também cortei meu cabelo e estou feliz que ele finalmente está se recuperando! Toda a química que eu fiz no começo do ano fez com que ele ficasse bem prejudicado, e depois de meses de tratamento, ele está quase voltando ao normal! Confesso que por mais que eu ame fazer coisas no cabelo, estava morrendo de saudade dele natural, sabem? E estou curtindo muito essa fase e louca pra ele ficar todo saudável de novo! Também aproveitei pra escrever um pouco e claaaaaro, fazer algumas maratoninhas de Gilmore Girls, hehe! Não tenho li muito durante o mês, infelizmente, mas acho que agora que as coisas estão mais organizadas por aqui, vou ficar mais tranquila pra fazer isso nos próximos dias e tirar o atraso... Inclusive tem muitos livros legais chegando por aqui e quero ler tudo pra resenhar aqui no blog! Como foi o mês de vocês?

Beijo, beijo!

Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    

30 agosto 2016

Primeiros passos para abrir uma loja online






Desde que abri a Mr. Folks, recebo alguns emails ou comentários de vez em quando pedindo dicas de como abrir uma loja online, mas há um tempinho uma leitora (oi Bia!) pediu para que eu fizesse um post sobre isso aqui no blog, e achei a ideia bem legal, assim já tiramos as dúvidas de várias pessoas de uma só vez, né? :D Só quero lembrar vocês que cada empresa tem suas próprias particularidades, por isso foquei em dicas mais gerais na hora de abrir uma loja online, tudo baseado na minha experiência como publicitária e dona de uma loja, ok? Quem tiver dúvidas mais específicas, pode me enviar por email, comentário ou na Fanpage do blog! Enfim, vamos lá!

1. Faça um plano de negócios 

Antes de qualquer coisa, você precisa fazer um plano de negócios, que nada mais é do que um planejamento a curto e longo prazo do seu projeto. Qual é o produto que você quer vender? Qual o público que você quer atingir? Como é o mercado no setor escolhido? Como vai ser a distribuição, os preços, a divulgação? Quem são seus concorrentes? Quanto você vai investir? Quanto tempo até que seu investimento seja pago e você comece a lucrar? Essas são só algumas das várias perguntas que você precisa fazer! Ter um negócio, por menor que seja, depende muito de um bom planejamento. Você precisa saber o que esperar e ter uma noção das dificuldades que vai encontrar no caminho. Quanto mais planejamento você tiver, mais chances do seu negócio ser um sucesso. Como eu trabalho com isso, escolhi eu mesma fazer o plano de marketing da minha loja, mas você pode contratar um profissional e também pedir ajuda no SEBRAE, onde eles orientam muito sobre isso e fazem o plano junto com você, é ótimo! :)

2. Abra um CNPJ

Sei que existem muitas lojas online que não se preocupam muito com essa parte, mas ela é essencial. Existem várias opções para que você garanta que sua loja esteja regularizada. Se for um negócio pequeno, por exemplo, você pode começar como microempreendedor individual (foi isso que eu fiz no começo). Funciona assim: você só paga uma mensalidade e pode faturar até X reais por mês, tem direito a aposentadoria, CNPJ e isenção de impostos. Se ultrapassar a quantidade de faturamento permitido por ano, aí é hora de virar micro empresa e por aí vai. No caso de MEI, o registro é online mesmo! Recomendo que vocês entrem no site do SEBRAE ou vão até lá para que eles orientem melhor sobre isso :)

3. Identidade visual + conteúdo 

O que você precisa pensar é que no caso de uma loja virtual, a sua vitrine é o próprio site e redes sociais (que são muito importantes!). É sua marca que vai passar credibilidade ao cliente e fazer com que ele escolha comprar com você. Invista não só na sua identidade visual, mas também no conteúdo! Pense em tudo que você precisa colocar no site (informações sobre a loja, pagamento, políticas de troca e devolução, perguntas frequentes, contato, etc), programe o conteúdo das suas redes sociais, pense em promoções e formas de divulgá-las! Se você acha que não consegue fazer tudo sozinho, pense na possibilidade de contratar alguém para cuidar disso com você, mas é importante que o visual e o conteúdo da sua marca/site estejam sempre em sintonia.

4. Os produtos

Claro que essa parte é totalmente importante, né? O produto é o principal atrativo da sua loja, mas ele não vai vender-se sozinho. Você precisa pensar não só no produto em si (qualidade, quantidade, preço), mas também em como vai distribuí-lo. Pense na embalagem (ele precisa de proteção? etiquetas? qual a melhor forma de embrulho?), em como você vai enviá-lo (transportadora? Correios?) e como garantir que seu cliente tenha uma boa experiência de compra.

5. Clientes

Antes de abrir uma loja online, você precisa ter em mente que atendimento ao cliente é MUITO importante e demanda muito trabalho e tempo, porque tem que ser bem feito. Você precisa de alguém que esteja disponível para responder dúvidas pelo site/email/redes sociais, que possa resolver eventuais problemas com eficiência, acompanhar os pedidos e relacionar-se com os clientes antes, durante e depois da compra.

6. Financeiro

Essa parte é MUITO importante e precisa ser muito bem cuidada. Se for o caso, considere contratar um contador ou uma pessoa que cuide de tudo isso pra você. É importante saber administrar seu investimento, despesas, lucro, capital de giro... Enfim, absolutamente tudo! A parte financeira vai desde os seus produtos e fornecedores, até o pagamento de contas, impostos e etc. Organize-se para saber como seu negócio está indo e otimizar seu rendimento.


Enfim, acredito que esses são os itens que merecem mais atenção no momento de começar sua loja. Já adianto que para fazer funcionar, da muuuuuuito trabalho! São muitos perrengues, problemas e obstáculos que você tem que estar disposto a encarar, mas que valem à pena se isso é algo que você realmente quer. Espero que este post ajude pelo menos um pouquinho quem quer começar, mas ainda tem dúvidas de quais direções tomar!  <3

Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    
© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo