meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi: Literatura: O Grande Gatsby

09 março 2014

Literatura: O Grande Gatsby

Já faz um bom tempo que eu queria ler algum livro do F. Scott Fitzgerald, e a minha primeira escolha foi O Grande Gatsby, já que ele mesmo alegava que esse livro era sua grande obra prima. Essa foi a segunda obra publicada pelo autor (em 1925) e, desde então, foi um grande sucesso no mundo inteiro e virou um dos maiores clássicos da literatura americana.

A minha edição é da editora Leya e tem 175 páginas. Elas são amareladas, o espaçamento é ótimo e, apesar do livro ser divido em somente 10 capítulos, não é nem um pouco cansativo... Pelo contrário, achei que a leitura fluiu bastante. Se você tiver tempo, consegue ler tudo tranquilamente em um dia. 

A história se passa no verão de 1922 e é narrada por Nick Carraway, um jovem de classe média que trabalha como vendedor de títulos. Por ser um período pós guerra, o Estados Unidos passava por um momento bem peculiar, em que a grande alegria da vitória e a prosperidade econômica do país resultava em uma sociedade cheia de novos ricos, festas grandiosas, crimes organizados (decorrentes da proibição de drogas e bebidas durante a guerra) e muita euforia. Por causa de toda prosperidade, Nick decide ir para Nova York em busca de mais oportunidades de trabalho... E é aí que a história toda começa.

Ele acaba mudando-se para Long Island e logo nos seus primeiros dias lá, decide fazer uma visita à sua prima Daisy e ao marido dela, Tom. A partir daí, ele é apresentado ao universo da aristocracia nova iorquina, onde as pessoas apreciam o dinheiro, a bebida, o glamour das festas e as fofocas... Tudo que ele aprendeu a desprezar durante toda sua vida. Além disso, ele também conhece Jay Gatsby, seu vizinho milionário que é conhecido em toda cidade por dar festas gigantes em sua mansão aos finais de semana. Durante a primeira festa, Nick ouve diversos rumores e fofocas sobre o passado desconhecido de Gatsby e acaba desenvolvendo um interesse especial por ele. Os dois se aproximam bastante durante o verão, e aos poucos a história e a personalidade de Gatsby vão sendo reveladas, junto com vários acontecimentos e algumas surpresas.


O que eu gostei muito nessa história, é que ela é uma metáfora muito inteligente da decadência intelectual e emocional que estava acontecendo com a sociedade daquela época. Fitzgerald conseguiu fazer a sua crítica através do ponto de vista do Nick, que presenciava todas as situações absurdas e não podia fazer nada a respeito... O que me faz pensar que ele se sentia da mesma forma.

Ao longo do livro, vai ficando claro pra gente que o Tom, a Daisy e sua amiga Jordan representavam o que ele mais desprezava na sociedade: o apego exagerado aos bens materiais, a necessidade de parecerem perfeitos aos olhos dos outros e a gigante preocupação com a vida das pessoas, mas nem um pouco com elas.  Ao mesmo tempo, Jay Gatsby representava o famoso sonho americano, que era uma idéia de prosperidade, oportunidades e esperança pro povo.

A busca incessante de Jay por um sonho, uma segunda chance e uma ilusão, com certeza faz a gente refletir muito. Não quero falar muito, porque a narrativa tem várias surpresas e reviravoltas, mas o autor conseguiu transmitir muito bem o desprezo e a revolta que ele tinha por todas aquelas pessoas cheias de luxo e vazias de espírito e sentimentos... Do jeito que a gente fica com uma certa agonia, tristeza e da vontade de entrar no livro e gritar com todo mundo, principalmente no final. 



Recomendo muito essa leitura, principalmente pra quem gosta de clássicos ou pretende começar a se aventurar por eles. O que eu mais gosto de livros assim, é que a gente consegue entender todo o contexto cultural e social de outras épocas... E de uma forma completamente envolvente!

"Gatsby acreditava na luz verde, no futuro orgástico que, ano após ano, costuma recuar diante de nós. Ontem fomos iludidos, mas não importa - amanhã correremos mais rápido, esticando nossos braços mais além... E em uma bela manhã... Assim nós avançamos, botes contra a corrente, impelidos incessantemente de volta ao passado."

Alguém já leu ou pretende ler O Grande Gatsby? 
Pra ler a última resenha literária, clique aqui.

Comente com o Facebook:

12 Comentários

  1. Ainda não conhecia o livro, me parece bem interessante, vai para minha lista de leitura. Já estou seguindo seu blog, e te convido para conhecer o meu http://pensareevivere.blogspot.com.br/
    Bjs e até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raysa!
      É super interessante sim, vale à pena ler!

      Excluir
  2. Nunca li e amei a resenha, Gabi!
    Achei super interessante! As fotos ficaram lindas demais!

    Amei seu blog, tudo muito lindo e de bom gosto, já curti a fanpage. Obrigada pela visitinha no meu blog. Volte sempre, viu?
    Biejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Dise!
      Que bom que gostou, fico feliz! Obrigada <3

      Excluir
  3. nunca tinha ouvido falar desse autor e sobre esse livro, mas fiquei curiosa pra saber mais sobre a história ^^
    adorei sua resenha, espero poder ler esse livro em breve.
    Bijoks
    confienounicornio.blogspot.com
    ~Rani <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótima, Rani!
      Que bom que gostou da resenha!

      Excluir
  4. Parece ser um livro bem legal. Já ouvi falar muito nele, mas nunca parei para prestar atenção na história. Acho que vou pesquisar mais algumas coisas sobre ele porque realmente adorei a resenha! Talvez ele seja o próximo a entrar na minha listinha :D. Beijos e tenha uma ótima semana :3 !!!!
    maluquice de garota
    página no face
    página no Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa!
      É um livro muito bom mesmo, vale ler! Que bom que gostou da resenha! <3

      Excluir
  5. Nossa parce ser muito bom, e eu nunca tinha ouvido falar haha ja foi pra lista


    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu li
    achei o livro ótimo tmbm

    bjs

    ResponderExcluir

© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo