meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi: Literatura: Eu Me Chamo Antônio (Pedro gabriel)

06 setembro 2014

Literatura: Eu Me Chamo Antônio (Pedro gabriel)

Quem me segue no Instagram ou acompanha a Fanpage do blog, deve ter visto que eu mostrei por lá que tinha recebido o livro "Eu Me Chamo Antônio" da editora Intrínseca. Fazia muuuuuuuito tempo que eu queria ter esse livro, primeiro porque toda vez que via ele em alguma livraria, pegava na mão e ficava folheando por vários minutos... E segundo porque eu acompanhava o trabalho do Pedro Gabriel há algum tempo pelo Instagram e pela coluna que ele escreve no site da Intrínseca (pra ver, só vir aqui), e sempre amava o que via! Hoje vim resenhar o livro pra vocês, então espero que gostem!

Autor: Pedro Gabriel | Editora: Intrínseca | Páginas: 192


"Eu Me Chamo Antônio" nada mais é do que uma coletânea de versos, escrito pelo personagem Antônio, um frequentador assíduo de bares, que escreve sobre seus sentimentos, suas alegrias e suas decepções nos guardanapos. O livro é dividido em dez partes: À primeira vista; Encantado; Atire; Fragilidade brutalidade; Retirada; Coragem; Acorda; Futuro, apresente-se; Liberdade e Desperte.

Sempre ouço dizer que nossos sentimentos são sempre mais expostos e vulneráveis no meio da madrugada... Imaginem ainda se for em um bar, depois de alguns copos de chopp? Talvez seja por isso que esse livro, mesmo com toda a sua simplicidade, seja tão honesto e faça a gente se relacionar tão bem com os versos. Ele é uma delícia de ler e mesmo já tendo lido várias vezes, sempre acabo abrindo de forma aleatória pra ler algum verso. O que eu mais gosto, é a forma como o autor consegue brincar com as palavras e fazer trocadilhos. Além disso, os versos são simples, mas carregados de sentimento ao mesmo tempo. Como o próprio personagem diz no livro: "É assim, nesse botequim, sem pretensão alguma de ser poesia, que nasceu a minha poesia...".

Fotografei alguns dos meus versos favoritos pra vocês verem, olhem só! <3


"Olá, como você se ama?"


"Eu digo que amo com a mais absoluta incerteza."


"Poesia é tudo que não cabe no poeta."
"Ah se todos os erros fossem licenças poéticas..."


"Leve-me, o mundo anda tão pesado."


"É que, às vezes, precisamos perder amores para ganhar poemas."


"A saudade só deveria bater em retirada."


"Desista. Mas desista aos poucos... para dar tempo de não desistir."


"Um dia, a liberdade será tamanha, que abriremos as nossas asas sem ferir ninguém."



"Tristeza é ver a vossa alegria sorrir do outro lado da gente e não conseguir sorrir de volta."


"Impreciso de você."

E aí, o vocês acharam? Confesso que me controlei ao máximo pra não fotografar e colocar o livro todo aqui, afinal, o mais gostoso é você ir se surpreendendo a cada página... E não só com os versos, mas também com a arte e as fotografias no meio livro, que são lindas!

Recomendo o livro pra todo mundo que quer um pouco de poesia no dia-a-dia! <3
Para ver todas as resenhas literárias do blog, clique aqui!


Onde comprar:
Americanas | Livraria Cultura | Travessa | Saraiva | Siciliano | Submarino

Onde me encontrar:
           Bloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Lookbook
                                 

Comente com o Facebook:

4 Comentários

  1. Adorei d+
    http://divandoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. uuaauuuuuuuuuuu pirei nele
    iamgens lindas flor
    bezo
    http://guriabunitabykhen.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo