meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi: Literatura: Quase Uma Rockstar (Matthew Quick)

26 novembro 2015

Literatura: Quase Uma Rockstar (Matthew Quick)



Vocês sabem que eu adoro os livros do Matthew Quick, né? Já falei várias vezes dele tanto por aqui, quanto no canal do blog, por isso cada vez que um novo título dele é lançado, ele já entra automaticamente para a minha listinha de leitura, hehe! Hoje eu vim falar sobre Quase Uma Rockstar!

Autor: Matthew Quick | Editora: Intrínseca | Páginas: 256
Esta resenha NÃO tem spoilers!



Com apenas 17 anos, Amber Appleton já passou por muita coisa na vida: como ser abandonada pelo pai, expulsa da casa do padrastro e, agora, ter que morar em um ônibus escolar, o Amerelão, com sua mãe - que tem problemas de alcoolismo - e seu cachorrinho resgatado da rua. Apesar de todas as coisas ruins, Amber tem sim algo valioso: esperança. Conhecida como "Princesa da Esperança", ela é um exemplo de otimismo. Rodeada por seus amigos, alguns idosos de uma casa de repouso, um padre e suas fiéis coreanas, uma advogada e um ex soldado, Amber tenta sempre enxergar o melhor das situações e levar positividade por onde passa... Pelo menos até algo horrível acontecer e toda sua vida desmoronar.

O que acontece quando a garota mais otimista da cidade está completamente perdida, triste e sem esperança? De repente, Amber não consegue mais acreditar que pode voltar a ser quem era. Nem por ela mesma, nem pelos outros.

"- A vida continua - diz ele. - Não importa se escolhemos aproveitá-la ou não. Então é melhor você achar um jeito de aproveitar as partes que pode. Não dá para simplesmente desistir de viver, Amber."




Esse livro é maravilhoso! Mais uma vez, o Matthew conseguiu criar uma narrativa envolvente e uma personagem completamente única. A Amber não só é uma garota otimista, mas uma pessoa que sempre encontra uma maneira de ajudar quem precisa, de espalhar bondade e de lutar por um mundo melhor. Ela não tem dinheiro, não tem casa, comida ou qualquer certeza sobre seu futuro, mas ela tem força de vontade, fé e uma maneira incrível de enxergar as coisas ao seu redor.

“Sempre que alguém me encara como se quisesse me dar um murro, olho a pessoa nos olhos, abro um sorriso enorme, aceno e digo: “Espero que seu dia seja ótimo!” É muito doido, porque funciona mesmo. Se você não acredita, tente.”

Tem quem diga que essa personalidade otimista da Amber não condiz com a realidade... Mas isso é o que faz dela uma personagem tão interessante. Para mim, a Amber é uma prova de que sempre é possível ser uma pessoa boa e ajudar o mundo a ser um pouco melhor, mesmo que você more dentro de um ônibus sem ter o que comer. E também é prova de que mesmo a pessoa mais positiva do mundo tem suas inseguranças, seus medos, suas frustrações e, muitas vezes, ela está passando por coisas horríveis que nós não temos nem ideia. 



Uma coisa que eu amei na Amber, é que ela sempre enxerga o melhor e o pior nas pessoas... E no fim escolhe amá-las da mesma forma, senão mais. E não é assim que deveria ser? Acho que sim. Cada personagem secundário tem algo incomum e nos cativa ainda mais por isso!

Vocês sabem o quanto eu amo "Perdão, Leonard Peacock" (meu xodózinho) e como eu me identifico com a linha de pensamento do Matthew e a forma como ele escreve sobre assuntos tão fortes de uma maneira tão leve. Mais uma vez, ele fala sobre amizade, religião, dinheiro, família, perdão e muitos outros assuntos de um jeito que faz a gente olhar não só pra nós mesmos, mas para quem está ao nosso redor. E o que eu mais amo é que cada personagem que ele cria tem suas próprias dúvidas, certezas e maneiras de encarar cada um desses assuntos, nos proporcionando vários pontos de vista diferentes e únicos.

"... não importa quantas provas existam de que a vida não faz sentido, precisamos acreditar que sim, ela faz. E que a história de Jesus é uma boa história simplesmente porque nos ensina que devemos ser bons uns com os outros. Que devemos fazer o que for preciso, que devemos cantar soul, se isso for melhorar a vida dos outros. Que devemos tentar ser bons e amar a todos."



Pode parecer bobo dizer isso, mas sempre que termino um livro dele, fico com a sensação de que dentro de cada pessoa existe um universo de pensamentos, manias, esquisitices, sonhos, frustrações, medos, inseguranças, lembranças e particularidades que nós nunca vamos conhecer por completo. Eu amo como ele celebra o fato de sermos humanos, e de cada pessoa ser completamente única. Ele celebra as diferenças e faz com que elas nos deixem curiosos e instigados. Nós não vamos encontrar outros personagens como a Amber, o Leonard e o Bartholomew... Porque eles são escritos assim, como nós: completamente humanos. 

"O momento apenas era - livre de emoções, julgamentos e de qualquer outra ilusão com que nós, humanos, sentimos a necessidade de associar a tudo que vivemos."



Essa é aquela leitura que, quando você termina, deixa um sentimento bom. É um enredo bem leve e gostoso de ler, não preciso nem dizer que eu recomendo, certo? Esse foi o terceiro livro dele que li em 2015 e posso dizer que meu amor só está aumentando, hehe!

"Pois é, você existe. Mas eu existo também... E não vou desistir."


"Nós choramos juntos.
As razões são diferentes.
Mas ajuda muito."




Onde comprar:
Submarino | Americanas | Shoptime







* Isto não é um publieditorial. Recebi esse livro da editora Intrínseca para que eu pudesse ler e dar minha opinião real e sincera, como faço em todas as minhas resenhas. Nunca indico aqui o que eu não gosto, ok?
                                                             
                                                           Onde vocês me encontram:
                        


Comente com o Facebook:

2 Comentários

  1. Estou muito afim de ler esse livro faz um tempo já! Adorei a resenha

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível, Ju! Vale muito a pena! <3

      Excluir

© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo