meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi: Primeiros passos para abrir uma loja online

30 agosto 2016

Primeiros passos para abrir uma loja online






Desde que abri a Mr. Folks, recebo alguns emails ou comentários de vez em quando pedindo dicas de como abrir uma loja online, mas há um tempinho uma leitora (oi Bia!) pediu para que eu fizesse um post sobre isso aqui no blog, e achei a ideia bem legal, assim já tiramos as dúvidas de várias pessoas de uma só vez, né? :D Só quero lembrar vocês que cada empresa tem suas próprias particularidades, por isso foquei em dicas mais gerais na hora de abrir uma loja online, tudo baseado na minha experiência como publicitária e dona de uma loja, ok? Quem tiver dúvidas mais específicas, pode me enviar por email, comentário ou na Fanpage do blog! Enfim, vamos lá!

1. Faça um plano de negócios 

Antes de qualquer coisa, você precisa fazer um plano de negócios, que nada mais é do que um planejamento a curto e longo prazo do seu projeto. Qual é o produto que você quer vender? Qual o público que você quer atingir? Como é o mercado no setor escolhido? Como vai ser a distribuição, os preços, a divulgação? Quem são seus concorrentes? Quanto você vai investir? Quanto tempo até que seu investimento seja pago e você comece a lucrar? Essas são só algumas das várias perguntas que você precisa fazer! Ter um negócio, por menor que seja, depende muito de um bom planejamento. Você precisa saber o que esperar e ter uma noção das dificuldades que vai encontrar no caminho. Quanto mais planejamento você tiver, mais chances do seu negócio ser um sucesso. Como eu trabalho com isso, escolhi eu mesma fazer o plano de marketing da minha loja, mas você pode contratar um profissional e também pedir ajuda no SEBRAE, onde eles orientam muito sobre isso e fazem o plano junto com você, é ótimo! :)

2. Abra um CNPJ

Sei que existem muitas lojas online que não se preocupam muito com essa parte, mas ela é essencial. Existem várias opções para que você garanta que sua loja esteja regularizada. Se for um negócio pequeno, por exemplo, você pode começar como microempreendedor individual (foi isso que eu fiz no começo). Funciona assim: você só paga uma mensalidade e pode faturar até X reais por mês, tem direito a aposentadoria, CNPJ e isenção de impostos. Se ultrapassar a quantidade de faturamento permitido por ano, aí é hora de virar micro empresa e por aí vai. No caso de MEI, o registro é online mesmo! Recomendo que vocês entrem no site do SEBRAE ou vão até lá para que eles orientem melhor sobre isso :)

3. Identidade visual + conteúdo 

O que você precisa pensar é que no caso de uma loja virtual, a sua vitrine é o próprio site e redes sociais (que são muito importantes!). É sua marca que vai passar credibilidade ao cliente e fazer com que ele escolha comprar com você. Invista não só na sua identidade visual, mas também no conteúdo! Pense em tudo que você precisa colocar no site (informações sobre a loja, pagamento, políticas de troca e devolução, perguntas frequentes, contato, etc), programe o conteúdo das suas redes sociais, pense em promoções e formas de divulgá-las! Se você acha que não consegue fazer tudo sozinho, pense na possibilidade de contratar alguém para cuidar disso com você, mas é importante que o visual e o conteúdo da sua marca/site estejam sempre em sintonia.

4. Os produtos

Claro que essa parte é totalmente importante, né? O produto é o principal atrativo da sua loja, mas ele não vai vender-se sozinho. Você precisa pensar não só no produto em si (qualidade, quantidade, preço), mas também em como vai distribuí-lo. Pense na embalagem (ele precisa de proteção? etiquetas? qual a melhor forma de embrulho?), em como você vai enviá-lo (transportadora? Correios?) e como garantir que seu cliente tenha uma boa experiência de compra.

5. Clientes

Antes de abrir uma loja online, você precisa ter em mente que atendimento ao cliente é MUITO importante e demanda muito trabalho e tempo, porque tem que ser bem feito. Você precisa de alguém que esteja disponível para responder dúvidas pelo site/email/redes sociais, que possa resolver eventuais problemas com eficiência, acompanhar os pedidos e relacionar-se com os clientes antes, durante e depois da compra.

6. Financeiro

Essa parte é MUITO importante e precisa ser muito bem cuidada. Se for o caso, considere contratar um contador ou uma pessoa que cuide de tudo isso pra você. É importante saber administrar seu investimento, despesas, lucro, capital de giro... Enfim, absolutamente tudo! A parte financeira vai desde os seus produtos e fornecedores, até o pagamento de contas, impostos e etc. Organize-se para saber como seu negócio está indo e otimizar seu rendimento.


Enfim, acredito que esses são os itens que merecem mais atenção no momento de começar sua loja. Já adianto que para fazer funcionar, da muuuuuuito trabalho! São muitos perrengues, problemas e obstáculos que você tem que estar disposto a encarar, mas que valem à pena se isso é algo que você realmente quer. Espero que este post ajude pelo menos um pouquinho quem quer começar, mas ainda tem dúvidas de quais direções tomar!  <3

Já me acompanha por aí?
YoutubeBloglovin | Instagram | Twitter | Goodreads | Pinterest
    

Comente com o Facebook:

2 Comentários

  1. Adorei as dicas! Tava super precisando ler algo a respeito porque deu na cabeça de abrir uma lojinha virtual vinculada ao blog, mas eu nem sei por onde começar, é taaaaanta coisa, hahahaha! Adorei as dicas, valeu muito! <3

    Adorei o blog!! Beijãaao!


    www.generoproibido.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ste! Eba, que bom que você gostou das dicas! Espero que ajudem pelo menos um pouquinho <3 E boa sorte, viu? Sucesso pra você!! <3

      Excluir

© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo