meta content='WhereTheLightIsBlog' property='fb:admins'/> Where The Light Is - Por Gabriela Cubayachi: Invictus

16 junho 2017

Invictus




Esses tempos encontrei um caderno bem velho que era da minha mãe nos anos 90 ou algo assim. Fiquei completamente apaixonada porque adoro escrever no papel, mas tinha perdido o costume. Então fiz dele um diário, que tem sido uma das coisas mais incríveis pra mim. Escrevo minhas confusões mentais e por algum motivo elas fazem sentido quando são transformadas em palavras... Ou pelo menos saem daqui de dentro, param de me atormentar. Sou o tipo de pessoa que está sempre procurando alguma forma de externalizar as coisas. Gosto de conversar, dançar, atuar, escrever, desenhar... Percebi que nem sempre preciso de palavras pra expressar o que eu sinto, desde que eu sinta. E falando em sentir... Decidi colocar no meu diário um dos meus poemas preferidos do mundo inteiro, que diz mais de mim do que eu mesma poderia ter dito.
E agora, deixo ele aqui. 

Comente com o Facebook:

2 Comentários

  1. Meu sonho desde pequena é ter um diário, mas não sei o motivo, nuca consegui realizá-lo de verdade! Também amo escrever, e já tive vários cadernos (parece confuso, mas não chegaram a ser diários)! E esse post me inspirou a colocar em prática o meu sonho.
    Ah, sua letra é linda!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re! Acredita que eu também? Já tive alguns, mas nunca levei pra frente. Tenta fazer sim, é uma delícia!
      E aaaaah, obrigada! <3

      Excluir

© Where The Light Is - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo